Translate

Store berkekê

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Visitas fazem parte



Caros amigos:

Neste ano, muitos de vocês passaram por aqui 
e é justo reconhecer e agradecer.

Alemanha, Brasil Canadá, China, Colômbia,Espanha, 
Estados Unidos, França, Grécia, República Dominicana, 
Romênia, Rússia 
 
MUITO OBRIGADO
 
 
 
berekeké

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Músicas para Natal

Car@s amig@s:

Pra quem queira curtir música de Natal, lembrar que o álbum TRIPARTITO (faixas 12 a 18) titulado Invernal, estão dedicados a isto.

Também, saiba que o dinheiro de qualquer dos meus álbumes estão encaminhados pra ajudas sociais e humanitarias.

Disponveis no streaming : iTunes, Spotify e outros

CD Baby TRIPARTITO

sábado, 16 de dezembro de 2017

ELZA SOARES. a advogada que nunca foi

Ontem, num programa da radio que nos temos, o apresentador e eurdito Rodolfo Poveda fez uma homenagem a Elza Soares.

Foi mesmo que soube da sua vida e sua carreira. Tinha ovido falar dela, mas como ela gosta de sinceridade, eu vou dizer que mesmo tomando conta da grande voz e personalidade que tem, eu procuro noutros estilos que não necessariamente estão no samba e quando escrevo das músicas do Brasil.

Mas ninguém podería negar nem duvidar que Elza Soares é mesmo uma estrela no mundo da música.

Numa entrevista dela no ano 2002 Roda viva, a cantora fala da sua trajetoria musical mas também da sua dificil vida. Como eu gosto falar de música não estou a vontade de tratar das suas dificuldades mas quem podería dizer que falar da artista teria que ficar afastada de falar de Elza Conceição. A artista e o ser humano são espleho de uma lutadora incasavel e como ela diz uma lei da vida, ter que continuar.

Rodolfo Poveda faz um trazo dalguns momentos da vida de Elza Soares e é assim que a mulher entra de perto na vida da artista e um tem ao menos a necessidade de falar dela

Na entrevista de Roda viva ela fala  quer ser advogada porque alguém lhe disse que não tinha advogados negros mas o cuidado da sua familia e sua carreira na música lhe afastaram de estudar direito.

Seu estilo de cantar e seu grande talento musical deram com certeza outra estela mais no mundo da música brasileira. Ninguém pode saber o que tería sido daquela advogada, mas ficamos muito feliz do que dá ainda pra a música. Parabens Elza Soares.

Roda viva Elza Soares

sábado, 9 de dezembro de 2017

Salvador Sobral e seu novo motor

Caro Salvador

Fico feliz do seu novo motor (espero ele tenha a mesma sensibilidade que aquele fraco).

Muita força e um grande abraço

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Taiguara: o porqué duma censura e o esquecimento



Faz ja alguns meses comprei o album da Bis de Taiguara. Ate  faz pouco também não tive a oportunidade de escuta-lo (sempre gosto diferenciar escutar de ouvir).

Taiguara Chalar da Silva, é uns desses artistas que chama a atenção por varios motivos.

O primeiro, e mais importante pela sua originalidade musical num tempo onde a música tinha ainda um maior espaço pra fazer a diferença (agora é mais dificil encontrarr, a excepção dos que viveram aquele tempo, ista capacidade de não ter sido copia de outro). Ao escutar as músicas de Taiguara um entende melhor a Ivan Lins e outros artistas que marcaram uma época.

O segundo pela sua talentosa capacidade de fazer da sua voz um instrumento camaleão que adapta-se a sons segundo a lírica ou a vontade do interprete. Não podemos esquecer sua tradição musical de pai bandoneoista e mãe cantora.

Poderiamos continuar peguntando como foi possivel que um homen que ficou tanto no exilio tivesse uma oportunidade de reconhocimento no Brasil (país onde não nasceu pelas circusntâncias de ter um pai músico). É verdade que seu éxito foi tarde, mesmo quando suas músicas ja não estavam mais nos intereses musicais do povo.

É motivo de surpresa que Taiguara ficasse tanto no exílio e com tanta censura num compositor que a maioria das letras não tem conteúdo político. Isto só pode-se entender na ignorància daqueles que faziam a gilhotina de tudo suspeito de atentar com “a única verdade”.

No álbum que Bis diu a conhecer de Taiguara tem músicas de muita emoção como Que as crianças cantem livres, o velho e o novo, mudou ou carne e osso.

Muitas dessas músicas tem a marca do seu tempo, na década dos sesenta e setenta.

Infelizmente, Taiguara não está mais conosco. Um 14 de fevereiro de 1996 a música perdeu a uns dos seus filhos ao menos pra os mortais mesmo sua música e sua essência continue na órbita do espaço como lembrança e estela do seu legado.

Na web do artista pode-se ler da Censura (tempo de escuridão) 

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Aqueless que ficaram atrás da porta



Acredito não muito nas casualidades, as vezes as coisas acontecem porque um dalguma maneira vai procurá-las.

Ontem achei no programa da radio recifense “Esse tal chorinho” como a música e a fama poucas vezes vão juntas. Acontece que tem artistas sem talento algúm mesmo que a palavra aquí é quase um presente e outros que ficam atrás da porta com um enorme qualidade musical mesmo que ninguém lembrou deles ou ficaram nos livros daqueles que fazem a Historia.

Pesquisando na net nada achei de Josemir “Missinho” (nem sei se escrevo errado) do Grupo Lágrimas do choro que ofereceu no programa junto com Marcos Cesar Trío uma inspiração para qualquer músico e uma delicia para os ouvidos, a sensibilidade e o sentimento.

No programa, o bandolinista conta com uma grande humildade (como aquila das grandes pessoas) o dificil que foi sua vida musical e profesional. Também as grandes dificuldades que tem um grupo ou artista para gravar um Cd mesmo conte com uma multidão de estudos especialistas o que falta é quem coloque a grana, o cacau.

Ë nissa parte da história onde “algo” faz a uns ascender e a outros a ficar atrás da porta. As vezes é fácil adivinhar porque isto é assim: familia, amizades e outras coisas que não quero dizer ja que realmente são detestáveis mas está na vida de muitos e muitas que chegaram a isso que chama-se fama ou star.

Qualquer pessoa que faz arte, o uma grande maioria, está pronta para chegar a muita gente e compartilhar seu talento. Poucas fazem arte para eles ou elas, então dá para entender que quando um artista fica atrás da porta vive no meio da frustração mesmo sabendo que poucos são os/as escolhidos/as.

Se você, que está lindo o artigo no acha que o mundo é duma tamanha crueldade é bem porque não estamos morando no mesmo planeta, bem porque acha que pode ser que eles ou elas não tem o talento necessario para o reconhecimento.  Na segunda opção eu vou lhe pedir asista ao video do programa e escute a Lágrimas do choro e a Marcos Cesar Trío interpretando as grandes músicas do choro de Azevedo o Jacobo do Bamdolim e outras. Nada espero da sua opinão seja a favor ou em contra disso, eu jaz tenho a minha propria e com ela é bastante para mim.


Felizmente um músico alias de chegar a fama, se dier, tem a enorme sorte de ter dedicado sua vida na música. Só um artista pode saber a grande inmensidade de satisfação que leva a mexer numa melodía ou na creatividade de fazer algo novo.. O sucesso só é necesario quando também um precisa de manter sua vida com isso e no equilibrio, como a borboleta que fica na flor é no que está a vida dum artista.


https://www.youtube.com/watch?v=DOYOdrhw57U
 

terça-feira, 22 de agosto de 2017

HEITOR VILLA-LOBOS. NA PROCURA DUM JULGAMENTO JUSTO




Lá uma conciencia coletiva que ainda tem uma visão negativa dos seus artistas e que difícilmente consegue afastar as dualiades poltica-arte, religião-politica, etc.

Neste pensamento que acho proprio das crianças que ainda bem estão conformando sua persnalidade move-se muitas pessoas, as vezes carentes de cultura, as vezes cultas mesmo mas com um lado ideológico que marca a diferença.

Desssa maneira nenhum compositor do passado tem salvação, tem o perdão ou tem sequer a capacidade de ser entendido no contexto vivido. W. A. Mozart na Corte do Emperador José I de Austria, Haydn ao serviço dos Esterházy, a fila é inumera.

Villa-Lobos não é uma excepção nesse olhar do povo brasileiro de oblíquo. Mesmo um tome a considerar sua vagunça na vida pessoal, sua infidelidade e outras  as quais vocês podem encontrar no filme Villa-lobos; Uma vida de paixão do diretor Zelito Viana, ano 2005, Villa-Lobos é para a Música Universal uma figura em destaque. O Modernismo não pode ser entendido sem o compositor que achava que a música não podía ficar só na intelectualidade do erudito, como a maioría dos nacionalistas Heitor encontrou um caminho que fazia do popular um sucesso na burguesía e do erudito um paso para a culturização do Brasil.

Não conheço quase nenhum artista brasileiro da chamada MPB  que tenha falado apenas umas palavras do maior compositor do seu país, daquele que hoje alguns aproveitam para fazer suas musicas orquestrais, mesmo era aquilo que tanto odeiavam porque era contrario a ideología imperante.

Com certeza ainda há duas versões do Villa-Lobos no periodo da ditadura de Vargas. Uma, a que oferece Mauricio Barreto no artigo “ O maestro da ordem: Villa-Lobos e a cultura cívida nos anos 1930/1940”. Ele escreve: “ A partir de 1930 Villa-Lobos passou a reivindicar para sí a tarefa e o discurso de uma renovação moral e cívica” (Barretos, pag. 176). Mesmo fazendo um grande esforço para entender aquila necessidade de identidade que Mario de Andrade ja fazia sua dum Brasil de todos, é verdade que é muito difícil também separar uma atiude de “instruções” ideológicas que por outro lado também aconteceram noutros lugares do planeta.

Mas eu estou mais próximo a defesa que fazem Patricia Muñiz e Priscila da Costa no aritgo “ Reflexões sobre a poítica e a linguagem: A Música brasileira na visão de Heitor Villa-Lobos”  Quando elas falam na Conclusão: “ Em relação à aproximação com o governo de Getúlio Vargas, demonstrou-se  aqui que o Canto Orfeônico não possuía apenas ideais cívicos, mas seu ensino encontrava-se também voltado à preocupação com a sensibilidade musical e o “bom gosto”. (Muñiz, Da Costa, pag. 10)

Sei lá se Villa-Lobos estava ou não afim da ditadura, também ninguém sabe se W.A. Mozart admirava a Monarquía Absolutista ou pelo contrario rí-se dela nas suas óperas. Na vida dum artista, dum compositor, tem muito maior interesse aquilo que ele faz e menos aquilo que ele diz. É aí onde fazer julgamento. Se foi uma genialidade, uma mediocridade, se mereceu ou não o lugar que a Historia possou-lhe. Para outros julgamentos, gente, tou fora.


REFERENCIAS CONSULTADAS.

BARRETO ALVES, Mauricio “ O maestro da ordem_ Villa-Lobos e a cultura cívica nos anos 1930/1940” ArtCultura, Uberlândia, v. 10, n. 17, p. 173-189, jul.-dez. 2008

MUÑIZ MENDES, Patricia, DA COSTA PINHEIRO, Priscila. · REFLEXÕES SOBRE A POLÍTICA E A LINGUAGEM: A música brasileira na visão de Heitor Villa-Lobos” UFJF Brasil 2010

VIANA Zelito “ Villa-Lobos: Uma vida de paixão” filme 2005

domingo, 4 de junho de 2017

Jair Rodrigues: de todas as bossas

O mês de maio faz tres anos que Jair Rodrigues disse ate logo. Não sei se esqueci da data num momento que estava afastado das noticas do Brasil ou com certeza nem soubre ate hoje quando foi procurar ele nalguma entrevista recente. Minha memoria ja está down.

Mas como as datas as vezes são facies de esquecer um sempre tem as lembranças dos momentos vividos escuando aos grandes mestres que dão liçoes de vida.

O primerio contato que eu sei de Jair foi num programa de radio espamhola do qual ja falei doutra vez. Apresentava algumas faixas do album De todas as bossas. Ao começo lembro que achei a voz de Jair pouco elegante acostumado a escutar outros cantores com uma voz mais doce, delicada, sei lá. Mas será por isso que ele faz a diferença que acabei como un seguidor do cantor.

Lembro na minha primeira visita ao Recife que num journal falava dum show que o cantor ia fazer na cidade. Infelizmente a pessoa que me acompanhou não estava a vontade e desisti. Aquila foi a única oportunidade da minha vida de escutar ao vivo a Jair.

Apôs com os anos fiquei asistindo na rede suas entrevistas porque gostava do jeito engraçado dele. Uma pessoa muito simples com uma grande capacidade de chegar ao coração dos outros mesmo estiver a tantos quilômetros de distança fisica. 

Agora entendo que as despedidas não são pra sempre porque na memoria, nas músicas, na midia, Jair lembra-nos e contagia da sua alegria com sua presença. A presença de todas as bossas. Ate logo, amigo.

domingo, 21 de maio de 2017

Luísa Sobral: Nunca atrâs

Uns dos mais grandes e admirados humoristas da América do Norte, Groucho Marx disse: Atràs de um grande homen há uma grande mulher.

Todos entendemos  o que ele quer dizer mas a sentença é propria doutros tempos. Luísa Sobral não está atràs de ninguém, por acaso, ao lado de..

A cantora e compositora ja tinha uma carreira começada antes do grande sucesso de Amar pelo dois.
Em 2009 consegueu a licenciatura de música na prestiogiosa Berklee College of Music de Boston.

Por tanto, e mesmo que Eurovision tenha acelerado sua trajetoria como artista, Luísa ja era antes alguém no mundo da música e uma das novas gerações reconhecidas da música portuguesa.

Xico, João, Paspalhão ou em pareceria com Antònio Zambujo de Ines, são alguns exemplos do que é capaz de fazer mesmo ainda tem uma longa carreira na frente.

Numa conferPencia de impresa em Portugal, os journalistas ficaram fazendo muitas perguntas a seu irmão Salvador Sobral sem tomar conta da pessoa que ficava a seu lado: Luísa Sobral. Isto vem um pouco a resumir essa bem intencional mais triste sentença de Groucho.

Temos que mudar isto porque ninguém fica atrâs de ninguem porque as vezes acontece que as palavras fazem tanto mal que leva a confusão de onde começa um e acaba outro.

Amar pelo dois é um sucesso compartilhado em parceria pelo cantor e compositora e pelo planeta onde um pode encontrar uma escola de primaria caboverdiana cantando com muita paixão a canção de Luísa que Salvador, como na conferência de impresa deixou que fosse sua irmã quem falara porque ela faz parte sem dúvida do bom momento que vive a música em Portugal.


domingo, 14 de maio de 2017

Salvador Sobral e o começo dos começos

Antes de nada, me mais sincero parabens a Portugal pelo sucesso na Eurovsion.

A primeira vez que recebe o prêmio e com muito honor. Salvador Sobral não só tem ultrapassado a fronteira duma Europa estranha que não reconhece nossas diferenças na lingua, nossas costumes, mas quer fazer uma causa única no dominio colonizador da lingua inglesa.

Portugal arriscou, e por isso merece, com certeza, a honra de ser o primeiro. Quem defende e acredita na sua cutlura, terá ou não sucesso mas terá também sua consciencia em paz de fazer aquilo que tem pra mostrar a outros. Nossas diferenças fazem nossa união.

Música duma grande sensibilidade, cantor com um enome potencial, Portugal marca a diferença numa Europa decadente que quer filhos e filhas que fiquem baixo sua bandeira mas sem destacar na fotografia. Europa está em crise porque ainda não entendeu que ninguém pode ser europeu sem antes ser ciudaão daquele lugar onde a cultura é sua senha de identidade.


sábado, 6 de maio de 2017

Netinho está de volta

Ernesto de Souza Andrade Junior (Netinho) é algo mais que um cantor. Ele representa uns dos sucessos musicais mais importantes de Bahia, o Axê.

Para entender o que é Axê é necessario saber que seu origem está no termo. Na lingua yoruba axê significa energía postiva ou força de vida. A palavra tem uma connotação religiosa muito ligado com o candomblé e a umbanda. Só conhecendo isto um pode entender do que mais tarde vou falar.

O axê consolidou-se nos anos 80 do século anterior mas ja nos 50 Dodô e Osmar foram os criadores do chamado Trio elétrico que é sem dúvida inseparavel do Carnaval de Bahia e também do axê.

Netinho começa a gerar sucessos com as misturas de muitos estilos diferentes: reggae, samba, frevo, aerobic e outros. Com certeza seu perfil físico foi uma parte importante especialmente nas garotadas que asistiam ao shows.

Mas seria injusto dizer que Netinho é apenas um cantor capaz de chegar tão longe só pelas suas qualidades físicas. É um artista com um grande talento vocal e um role de showman imprescindivel na música axê e nos últimos anos antes da sua doença uma pessoa capaz de revolucionar o axê com sua propria criatividade.

Hoje Netinho está de volta e para quem acredita abençoado pelo axê, o seja, pela força da vida. O destino tem dado ao cantor uma oportunidade de reencontrar-se com quem cresceu com ele e com as novas gerações. No ano próximo, o cantor tem um porjeto novo a apresentar todavia recupera-se dos efeitos da sua doença.

Não posso dizer que a música axê combine bem comigo mesmo gostando do Carnaval eu nunca foi pessoa de dançar, brincar, nem de barulho, mas isso não é motivo para comprender o grande valor que tem na vida cultural e musical do Brasil. Com tudo isso, as vezes um encontra uma música que lembra dum tempo, como uma fotografía do passado e qualquer um é peça duma geração. Netinho e suas músicas são parte desse album da minha vida também.

Muito axê Netinho e boa sorte no seu novo projeto musical.


quinta-feira, 13 de abril de 2017

Círculos concêntricos: Grupo folclorico Casa de Portugal

Só aquilas pessoas que escutan múita música e estão afim de não deixar no esquecimento sua propria cultura poderia encontrar duma grande valor qualquer proposta artística.

O Grupo folclórico Casa de Portugal de Praia Grande (São Paulo) é chamado a fazer o enorme trabalho de recompor a historia da música tradicional portuguesa. No ano dois mil e dezesseis publicaram um album chamado de Volta à Portugal.

Nele, um pode encontrar as referências e as semlhanças com outras músicas. Por acaso não tem Cana Verde na primeira faixa as marcas da influências na tradição nordestina brasileira? E a Vira de Aplita com a música das Ilhas Canarias? ou A gota de Carreço com as muñeiras da Galizia?

Ista percepção que os musicologistas e pesquisadores temos das relações entre as músicas e as culturas tem uma grande importância porque nelas também estão as proprias ligações sociais, políticas e históricas de nosos povos irmãos. Quem perde o horizonte terá mais dificuldades pra num futuro, quando toda istas músicas fiquem no maior dos esquecimentos, a comprender o valor crucial que a música e a cultura em geral tem pra a coexistência de nosos países dos quais outros fizeram fronteiras irreais mas nunca poderam fazer fronteiras culturais.

Na Web A música portuguesa. A gostar dela propia diz o seguinte:

"Falta criar uma consciencialização para o conhecimento e importância de um património vivo e muitas vezes esquecido de tradição oral, cantigas, romances, contos, práticas sacro-profanas, músicas, danças e também gastronomia. Esta consciencialização, que é essencialmente um mecanismo de alfabetização da memória, lembra-nos de que é urgente documentar, gravar e reutilizar fragmentos da memória de um povo.
É a esta urgência que nos dedicamos".
 
E qualquer pessoa que ame a música e as suas tradiçoes terá que estar de acordo nisso.
 
O Grupo folclórico Casa de Portugal não só tem como desafío manter sua cultura lá onde eles fiquem, más também um compromisso com a Humanidade e os valores intangíveis de nossa herença como civilização.
 
REFERÊNCIAS.
 
 

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Atê sempre Loalwa: descanse em paz.

A noticia foi de consternação. A morte de Loalwa Branz, cantora de Kaoma foi achada carbonizada no interior do seu carro.

Não posso mais que deixar meu mais sentida condolência a sua familia e amig@s. Muita força para superar isto e me mais sincero apoio emocional.

berekekê

EGO noticias